Nova carteira Optimism permite receber criptomoedas via login no Twitter

COMPARTILHE O ARTIGO

A carteira Beam, que foi lançada na plataforma Optimism, permite que os usuários gerem um endereço sem precisar armazenar palavras-chave (“seed words”), e a conta pode ser salva usando um login comum do Twitter. Chamada de “Beam”, a carteira funciona em uma janela do navegador e não requer downloads, de acordo com um anúncio de 27 de julho feito pelo desenvolvedor. Além disso, ela permite que os usuários enviem transações na rede Optimism sem precisar possuir Ether.

A Beam foi desenvolvida pela Eco, uma empresa de pagamentos apoiada por empresas de capital de risco Web3 como Andreessen Horowitz, Coinbase Ventures, Founders Fund, Lightspeed Venture Partners e Pantera Capital.

Para criar uma carteira Beam, o usuário acessa o site do aplicativo, que gera um código QR único representando um endereço da rede Optimism. Em seguida, os usuários podem mostrar o código QR a alguém que deseje enviar-lhes criptomoedas. Eles também podem clicar no código QR para copiar o endereço e enviá-lo por e-mail ou aplicativos de mensagens instantâneas. O aplicativo da web pode ser acessado a partir de um computador ou dispositivo móvel.

Para fazer backup da carteira, os usuários devem clicar em “salvar acesso” e fazer login no Twitter por meio da sua interface de programação de aplicativos. Em seguida, eles clicam novamente em “salvar acesso” e são solicitados a criar uma nova senha. Após a inserção da senha, o backup da conta estará completo, e o usuário poderá recuperar sua conta usando o login e a senha do Twitter, caso seu dispositivo falhe.

O CEO da Eco App e Beam, Andy Bromberg, explicou que o aplicativo usa o Web3Auth para fazer backup das contas. O Web3Auth é um tipo de nova tecnologia de carteira que permite a criação de carteiras sem a necessidade de palavras-chave.

Bromberg afirmou que a senha serve como um fragmento de backup para o Web3Auth, o que significa que nenhum hash dela é armazenado em um servidor centralizado, implicando que nem o Twitter nem a Eco podem realizar transferências não autorizadas em nome do usuário.

Embora a criptomoeda nativa da Optimism seja o Ether, a Beam não exige que os usuários possuam ETH para pagar as taxas de gás. Em vez disso, as taxas de gás podem ser pagas com a criptomoeda utilizada na transferência. Por exemplo, um usuário pode enviar $100 em USD Coin (USDC) pagando $0,50 em USDC.

Para possibilitar isso, a carteira transmite duas transações separadas. A primeira transação é aquela que o usuário solicitou, enquanto a segunda é um compromisso de pagar a um “paymaster” terceirizado se o paymaster concordar em pagar as taxas de gás em nome do usuário. No exemplo acima usando USDC, o paymaster pagará $0,50 ou menos em ETH em nome do usuário, e o usuário pagará simultaneamente $0,50 em USDC ao paymaster. Bromberg informou à Cointelegraph que os paymasters não podem cobrar mais taxas do que as autorizadas pelo usuário, uma vez que o valor da taxa está embutido na assinatura usada para autorizar a transação.

De acordo com Bromberg, o uso de paymasters só se tornou possível após a implementação da “account abstraction” em março, que permitiu que as contas das carteiras controladas pelos usuários contivessem código executável pela primeira vez.

A Beam também será lançada para a Base network da Coinbase quando esta for oficialmente lançada em agosto. Quando a Base for lançada oficialmente, os saldos dos usuários na Base e na Optimism serão somados e exibidos como um total único dentro do aplicativo Beam, afirmou Bromberg. Quando um cliente inicia uma transação, as partes da transação na Base e na Optimism serão transmitidas simultaneamente em cada rede, dando a sensação ao usuário de que eles estão interagindo em uma única rede.

Devido a essa funcionalidade, Bromberg se referiu à Beam como uma carteira “Superchain”, implicando que ela interagirá perfeitamente em todo o ecossistema OP Stack.

Bromberg acredita que a Beam reduzirá as más experiências do usuário com carteiras de criptomoedas e permitirá que pessoas comuns adotem a tecnologia:

“Abstraímos as cadeias, endereços, taxas – tudo – para torná-lo acessível para pessoas comuns. Estou no mundo das criptomoedas há 10 anos e esta é a primeira vez que meus pais conseguiram usar um produto não custodial, e eu tentei muitas vezes antes, e isso fez funcionar. Então estamos animados com isso.”

A Beam não é a única carteira de aplicativo que visa simplificar a adesão às criptomoedas. A carteira Kresus, lançada em 11 de maio, permite que os usuários se inscrevam apenas com um endereço de e-mail. Em 8 de maio, a Worldcoin lançou uma carteira que permite transações sem taxa de gás para qualquer usuário que prove sua condição de ser humano através do protocolo da empresa.

Equipe Nousi

A maior equipe de análise de investimentos do Brasil, 100% dedicada a te ajudar a encontrar as melhores oportunidades de investimento

Deixe seu comentário abaixo:

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL

Receba conteúdo diariamente

Categorias

Receba conteúdos diários gratuitamente

Fale Conosco

Nossas Mídias

Nousi Finance © Copyright 2023 - Todos os direitos reservados

AVISO LEGAL: O investimento em criptomoedas envolve riscos significativos e pode resultar em perda total de seu capital investido. A volatilidade extrema das criptomoedas pode afetar drasticamente seu valor e não há garantias de que você obterá lucros. Você é responsável por avaliar cuidadosamente os riscos e benefícios do investimento em criptomoedas antes de tomar uma decisão de investimento. Este site e seu conteúdo não fornecem aconselhamento financeiro, fiscal ou jurídico. Os investidores devem buscar aconselhamento profissional antes de tomar qualquer decisão de investimento. Não nos responsabilizamos por quaisquer perdas decorrentes do investimento em criptomoedas.